Skip to main content

Compulsividade: como controlar suas emoções na hora da compra

Artigo sobre: Compulsividade

A oniomania, conhecida popularmente por compulsão por compras, é um verdadeiro vício.  A compulsividade é tão intensa que se torna uma ideia fixa ao ponto de não conseguir conter ou controlar o desejo de comprar mais coisas. Pessoas com este transtorno, muitas vezes, não conseguem parar de pensar em sair para fazer compras.

Como já falamos aqui no blog, a compulsividade, muitas vezes, é uma tentativa fracassada de lidar com as emoções que não podem ser toleradas.

“Ah, isso acontece apenas com pobre. Não tem dinheiro e fica inventando moda pra gastar o que não tem!”

Negativo.

Esse não é um comportamento isolado apenas para quem ganha pouco. Por exemplo, existem compulsivos, com classes sociais distintas e que gastam muito dinheiro. Se eles podem ou não podem pagar? Pouco importa! Para eles, o momento da compra é uma forma de se livrar dos seus sentimentos de depressão e vazio.

Casos em que ocorre a oniomania

E a compra compulsiva não acontece apenas nos casos de uso do cartão de crédito. Compras à vista, no crediário, na mão do amigo para pagar com 30/60/90 dias também estão incluso e depois bate o arrependimento.  Não se engane com as vantagens.

Tal como acontece com todos os casos de oniomania, antes mesmo de chegar em casa, a pessoa já perdeu o interesse pelos objetos comprados e volta a se sentir deprimido, vazio e entediado. Assim é explicado o comportamento compulsivo, porque o desejo de comprar mais e mais é irresistível.

É como alguém que é viciado em álcool, o indivíduo sai de bar em bar, a fim de beber de tudo. Aqueles com oniomania, muitas vezes, compram muito, comprometendo sua vida financeira, do cônjuge, da família e até dos amigo e familiares ou caem em falência, porque os gastos compulsivos já destruiu com suas finanças (ou boa parte dela).

Distúrbios financeiros compulsivos

Aqui estão alguns sintomas comuns de compulsão financeira e algumas perguntas para ver se eles se aplicam a sua situação:

Gasto compulsivo

 Você sempre gasta mais do que você pode pagar ? Gasta dinheiro como uma solução para melhorar seu estado emocional ou sua ansiedade? Já comprou com aquela sensação de fome, onde você escolhe diversos itens e depois deixa vários (ou todos) no caixa? Você compra apenas por comprar? Tem dificuldade em saber quando é o limite?

Obsessão por dinheiro

Você se preocupa em como pode adquirir mais dinheiro? Se preocupa com o dinheiro que você tem atualmente? Gasta um tempão verificando contas, negociando, ou revendo investimentos/aplicações ou a sua carteira? Pensa excessivamente se tem dinheiro suficiente para quando se aposentar? Será que essa obsessão por dinheiro afetam outras áreas da sua vida?

Compulsão por altos salário ou ganhar fortunas

Você não está melhorando enquanto profissional, mas se sente, significativamente, qualificado demais para o cargo que ocupa e o salário que recebe? Vive fantasiando em como ganhar na loteria, ganhar dinheiro dormindo ou como resolver seus problemas milagrosamente? O medo do fracasso paralisa você?

Desperdício de dinheiro

Você tem dificuldade em gerir as suas finanças? Você se sente perdido quando o assunto é dinheiro e, por isso, simplesmente ignora seus problemas relacionados a esses assuntos? Você não consegue visualizar sinais de riqueza em sua vida?

Como lidar com a compulsividade (nestes casos)

Além de cortar todas as formas de crédito, como cheques e cartões de crédito, o ideal é que alguém da família ou um amigo próximo assuma o controle das finanças. Embora não exista dados estatísticos sobre a doença no Brasil, ela tem crescido bastante. Já existe até um grupo de auto-ajuda chamado Devedores Anônimos, que segue a mesma linha de atuação do Alcoólatras Anônimos.

A compulsividade pode, facilmente, ocorrer a vida de alguém a ponto dela precisar de ajuda. No entanto, a educação é um fator chave para muitas destas compulsões financeiras. Leia, busque auxilio, tenha paciência consigo ou com seu parceiro, aumente seu nível de conhecimento sobre finanças, e você terá uma vida mais tranquila financeiramente.

Para saber mais sobre esse assunto, Clique Aqui e descubra seu perfil de consumo. Será que você é um comprador compulsivo?

Otto

Sou um bot que auxilia famílias a alcançarem o equilíbrio financeiro.

2 comentários em “Compulsividade: como controlar suas emoções na hora da compra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *