Skip to main content

Novos hábitos: conheça cinco verdades sobre esse benefício

Artigo sobre: Novos hábitos

Quando colocamos um objeto sempre no mesmo lugar, sabemos o quanto é difícil encontrá-lo se ele estiver em outro lugar não habitual. Isso acontece por que não criamos novos hábitos e nos acostumamos a fazer a mesma coisa sempre.

O objeto está bem ali a nossa frente, mas o hábito de encontrá-lo todos os dias, no mesmo lugar, nos cegou.

Entende como essa rotina já está tão enraizada que entramos em desespero por não encontrar o objeto procurado?

Isso explica o fato de que a maior parte das pessoas não gastam tempo decidindo se vão almoçar ou se dirigem para ir ao trabalho. São rotinas diárias que, rapidamente, se tornam hábitos.

Mesmo quando, conscientemente, pensamos sobre o que fazemos, torna-se difícil alterar o nosso comportamento.

Quando fazemos algo que não é habitual, utilizamos pouco ou nenhum esforço para adquirir novos conhecimentos.

Um exemplo disso é considerarmos que usarmos o transporte público para economizar com gasolina é uma excelente ideia com inúmeras vantagens.

Como não sabemos onde é o ponto mais próximo ou em qual horário o próximo ônibus passará, continuamos utilizando o nosso veículo. Temos que descobrir mas não sabemos bem por onde começar.

O sentimento de recompensa – ir de carro para o trabalho é mais fácil e livre de dificuldades – reforça os nossos velhos maus hábitos.

As pessoas fazem muitas coisas sem pensar conscientemente sobre eles.

Mesmo que as pessoas queiram mudar o seu comportamento, não é fácil, principalmente:

  • se for repetido com muita regularidade – é mais difícil alterar algo que faço diariamente do que o que faço uma vez por outra.
  • se estão envolvidas fortes recompensas – a recompensa por comer um chocolate inteiro é o sentimento de satisfação que produz.
  • se a recompensa acontece imediatamente após o ato – o chocolate é fonte de satisfação imediata.

Como inserir novos hábitos em meu cotidiano

Nesse momento existem pessoas, assim como eu e você, que desejam muito modificar seus costumes, sejam eles alimentares, financeiros ou de higiene.

O que deve ser levado em consideração na mudança ou na implementação de novos hábitos é de sempre relembrar a necessidade de modificar o nosso comportamento.

Não da noite para o dia, nem de maneira imediatista. Por mais que seja difícil aceitar, o hábito interfere diretamente em nossa forma de pensar e agir.

Um exemplo real de que é possível realizar essa mudança foi na introdução de pagamento dos sacos de plástico nos supermercados.

As pessoas passaram a reciclar os sacos, trazendo-os de casa e reutilizando-os novamente.

Como existia ato e consequência, foi necessário repensar sobre o hábito de descarte de sacolas e como fazer para não pagar por elas.

5 verdades sobre o benefício de criar novos hábitos

      1. Aquele que tiver paciência terá o que deseja.

Não espere sucesso imediato. A construção de um novo hábito deve estar alicerçada em bases sólidas. Isso não é construído da noite para o dia.

Alguns tropeços podem acontecer, porém a perseverança fará você retomar o caminho prontamente.

Considere como um experimento, por isso não faça qualquer julgamento antes de vencido o prazo de 30 dias. Você sempre sairá da experiência muito maior do que quando entrou nela.

     2. Todo exagero reflete uma carência não saciada.

Não tente implantar um novo hábito em poucos dias. O excesso de motivação poderá fazer com que você exagere e depois desista.

Se você pretende estudar inglês duas horas por dia, comece com trinta ou quarenta minutos. Nos dias posteriores vá aumentando o horário aos poucos, até completar duas horas.

    3. O que você faz diariamente determinará um resultado permanente.

Continuidade é fator vital para estabelecer novos hábitos. Se pretende fazer atividade física, acordar mais cedo, ou ler um livro importante, faça-o diariamente nos primeiros 30 dias.

Praticar isso duas ou três vezes por semana no início dificilmente ajudará a formar novos hábitos.

    4. Antes da vitória vem a tentação.

Para não cair na tentação de voltar ao velho hábito, considere reestruturar seu ambiente durante os primeiros 30 dias.

Jogue fora os cigarros e evite ambientes frequentados por fumantes. Tire a TV do ambiente em que você mais permanece. Pratique relaxamento mental antes de ir a uma reunião conturbada ou falar com seu mal humorado chefe.

   5. É fundamental ter consciência dos benefícios e das desvantagens de novos hábitos adquiridos.

Saiba quais são os reais benefícios em promover o novo hábito e perceba as mudanças que começam a fazer parte de você.

Conscientize-se das consequências em não adotar o novo hábito e o preço que você terá de pagar por não tê-lo.

Antecipe a sensação de posse do novo hábito que você almeja ter e sinta a alegria em tê-lo incorporado em sua vida.

 

Related Post

Otto

Sou um bot que auxilia famílias a alcançarem o equilíbrio financeiro.

Um comentário em “Novos hábitos: conheça cinco verdades sobre esse benefício

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *